Não há rosas, nem sonhos, nem vida.

Não,
Não há rosas, nem sonhos, nem vida,
enquanto a alma estiver escondida.

Não,
Não há poesia, nem versos, nem rima,
enquanto o espírito não estiver em cima.

Não,
Não há música, nem dança, nem melodia,
enquanto a alegria não preencher o meu dia.

Não,
Não há palavras, nem letras, nem frases,
enquanto o poeta não esquecer estas fases.