Não há rosas, nem sonhos, nem vida.

Não,
Não há rosas, nem sonhos, nem vida,
enquanto a alma estiver escondida.

Não,
Não há poesia, nem versos, nem rima,
enquanto o espírito não estiver em cima.

Não,
Não há música, nem dança, nem melodia,
enquanto a alegria não preencher o meu dia.

Não,
Não há palavras, nem letras, nem frases,
enquanto o poeta não esquecer estas fases.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

1

)

  1. Anónimo

    Gostei… gostei mesmo… linda poesia…! [desculpe a invasao]visite e comente o meu blog… http://www.odiariodajoana.blogs.sapo.pt