Me vou declarar á sorte

Me vou declarar á sorte

Pedindo-lhe que me adie a morte.

Solto-me no espaço

Me esvaneço no escasso.

Me vou declarar á sorte
Pedindo-lhe que me adie a morte.

Caminho no vazio

Me diambulo no silêncio frio.

Me vou declarar á sorte
Pedindo-lhe que me adie a morte.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)