Ramos

Nestes finos paus…

Vejo folhas secas,

Que sobem em degraus,

Sinto-lhes a brisa do vento

a amansar-lhes a valsa,

que encantamento!

Ouço os passarinhos

distantes em longos voos…

a aterrar nos seus ninhos.

Apalpo o frio

e descontente

lembro-me das tardes naquele meu rio…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

1

)

  1. Anónimo

    conseguist msm por m a imaginar essa paisagem :)es fantastico a descrever paisagens :)bjinho meu poetinha :*