Utopia

A utopia se cura,

Nasce sombria

Filha da madrugada escura!

O eterno esquecimento

Derrubou sobre o poeta

Que mergulhou no sofrimento…

A plena quietude

amansou a serena

e longínqua plenitude…

Que suavemente

Poisou sobre os braços,

de ti carente…