Respirando Jazz, Melancólico e sonhador…


No despertar,

Sublinho a ideia que vou ter que me levantar…

Acordo levemente e fortaleço a vontade,

que se estende diante do meu espírito…

E me morde carinhosamente,

respirei silenciosamente e soprei jazz…

Música que atenua a alma

e clarifica a mente…

que se espalha através das veias

e solidifica o sentimento de Liberdade e paz de alma!

Sonhando com um futuro próspero mas incerto…

garantindo a presença da poesia em todo ele.

Apalpando essa ambição, dissolvida no meu coração,

agarro o passado com uma só mão…

e viajo lentamente pelo outro,

pela minha poesia de antes,

Por algo que desapereceu, morreu,

E que eu melancolicamente fiz renascer…

Das cinzas ou não, fiz renascer

e despertar um sentimento novo em mim,

A perda, mas a memória que prevalece sobre aqueles poemas,

escritos na minha alma…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

1

)

  1. Anónimo

    Obrigada por ter visitado o meu site e tb pela sua apreciação da minha escrita. Vim dar uma espreitadela ao seu blogue e admirar a maneira poética e tão sensível como expressa o que lhe vai na alma. Ainda mais me toca por saber que é tão jovem. No mundo de hoje, há a tendência para julgar a juventude de uma forma negativa e errada. Eu sempre tive e continuarei a ter grande respeito pelos jovens e, em vez de rotular comportamentos, procuro analisar as motivações por detrás deles. Você veio reforçar a minha fé na juventude! Bem haja! Um abraço.