Outro pensamento

Declamo palavras surdas

que sofrem por serem cegas;

Sem sentido

vieram elas complicar o meu pensamento;

Sombria,

minha alma vagueia pelos confins do nada

á procura de tudo;

Outrora

era poeta depois passei a escritor

e hoje já não sou ninguém

Sou apenas um desesperado

á espera de ser amado…

Que rima sempre que se sente abandonado.