Rapaz Solitário

Vive só,

Acompanhado pela sua única amiga:

A solidão,

Que nem sempre o deixa só,

Mas afasta-o de tudo e de todos,

Vive triste,

Acompanhdo pela sua única amiga:

A tristeza,

Que quase sempre o faz libertar uma lágrima.

Vive em vão,

Acompanhado pelo seu único amigo:

O corrimão,

Que francamente muitas vezes o segura,

Para ele poder continuar a viver a vida.