Estive suplantado num palanque
Atravessado de fio a pavio
Pelo descontentamento perene
Depois do estouro
Rebentado
Pelo poema à duração
Sei que é bem mais
Adoração que outra coisa
Existem vários temas de discórdia
Mas a mão toca sempre na parede
No botão que acende a luz
E apaga a dispersão.