HIPEREALISMO

Flor lacrimante
Flora adubada
Avião cortante
Linha no azul rasante
Paisagem fluída e pesada
Hélices em demorado trabalho carburante
Poças de lama como espelho de céu.
Nuvem flutuante que dilui o pingo nasal
O assobio triste do vento frio, a alegria contida do passarinho
A chuva que chora o caderno se molha.