AO SUJEITO ENLOUQUECIDO…

Dromedários clíticos amedrontados
Diletantes evasões corrosivas
Divagações ultrajantes afirmativas
Povoai-me de abrigos desnecessários
Falsidade confinada a afinar
O guizo fulminante, de escasso verso
De sorriso posto…entre o céu
E seu rosto desnudo por lapidar
Mostrengo celular jazigo
Morte anunciada comigo
Mudo cílio desprovido.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

1

)

  1. F

    Gosto 🙂