REFLORIR

Una é a realidade
Estilhaçada, sedimentada
Na transição leve e velada
Da projecção do eu
Para uma outra dimensão
Caótica desconcertada
Muito mais limpa
E embora asseada…
Permaneça contida
Esfriada pela absolvição
Da razão, enlameada
Pelos meandros da elocução
Somos vozes loucas
Sem sombras surdas,
Capazes de alguma fruição.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)