amar-te é como flutuar sobre estilhaços de vidro, ter um tecto e dar-te um abrigo, abraçar-te ficar abrigado na imensidão do teu coração. Explorar-te! Juntar os pedaços da explosão e condensar-te no desejo de divagação no prazer.
Sorrir, sofrer, pestanejar, desejar nunca mais acordar, ser feliz com o simples acto de te beijar, adormecer, dormir agarrado a ti e explorar cada pedaço teu que é meu!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)