Suspiro sílabas solúveis

Suspiro palavras dolorosas,
tristes como as minhas mágoas,
O silêncio das almas…
Que se expande no vazio,
Vomito palavras amargas
que em mim me provocam náuseas.
Mergulho no incerto e eu mesmo me submeto
ao afundar dos meus versos, das minhas sílabas,
que se dissolvem num momento profundo.


Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)