4 elementos

Nuvem cinzenta doentia 
que me vens roubar o dia 
sem crer me entristecer, 
deixas meu coração a doer. 
Céu azul que fresco estás 
hoje ao acordar pela manhã 
descobri o teu sabor que sempre faz 
com que durma melhor amanhã. 
Vento que levas meus ressentimentos 
não sofras mais por mim, 
afoga os meus sentimentos 
e dança nas folhas das árvores, Sim? 
Árvores que me fazem sonhar 
sobre o mundo, o ar puro 
que levita sobretudo no luar 
profundo e duro.