Um dia depois…

Amanhã desejo acordar…

Inevitavelmente sonhador,

Com outra cor

no meu olhar.

Um ano depois,

Um dia, amar

Já sei quem sois

Um simples ar…

Que percorre

a efémera longitude

do seu olhar

amando o seu robusto e singelo despertar!

Roubando palavras amargas,

despindo as invejas…

e camuflando os receios,

beijo com cede a manhã!

Cujo cheiro, sentia-se

no ar,

no novo e sublime

despertar…