Abismo

Durante a negra madrugada que vivera,
Sofrera…
Medo, dor e receio…
E algum desespero pelo meio!

Foi com grande vontade que cumprimentei o novo dia
Apesar de não ter grande folia
Tive que acordar…
E um dia novo enfrentar!

Ansiando um amanhecer…
Bem melhor que o deitar
Foi depressa que me fiz da cama levantar,
Sem nada a temer…

Garantindo um renascer
Das cinzas
Para voltar a viver…
Sem sombras nem pesadelos…