Viajar por Terra e por Mar

Sinto que me estou á afundar…

Agarro-me á boiá e mantenho-me a flutuar,

Adormeço congelado e viajo lentamente ao sabor das ondas.

Quando acordo estou estacionado na praia

E já preso ao meu cais…

Viajo naquela praia distante

Que dista alguns quilómetros de mim

Mas situa-se algures dentro de mim!

Gelado com a pele seca

Caminho delorosamente

ao longo da praia deserta

Respirando sofregamente

Sinto um medo latente

em descobrir,

o que por de trás daquela rocha está.

Fico calmo e sereno

quando decubro que o que aquela rocha

escondia era a singela esperança

que velejava ao meu encontro…

Para eu saber que com ela

nunca estarei só!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)