Porquê?

Percorro silenciosamente
o mundo e em dez segundos,
chego á conclusão que não vale a pena
estar nele acorrentado,
Interrogo-me porquê tanta desigualdade?
tanto perigo?
Só sei que sempre que penso nele,
surge uma nuvem negra,
não entendo…
o porquê!