Suspiro…

Suspiro, que se envolve lentamente.
Com o frio da minha alma,
Derretendo com o meu coração,
percorre o meu corpo,
ferindo-me pois então!
não há vida sem se não!

Suspiro que sem ti não sei viver
Suspiro porque contigo quero estar,
Sei porém que é contigo que quero dormitar.

Suspiro sofregamente,
Sofrimento matinal, uma angústia que nunca vi tal,
Namoro com a vida, mas estou casado com a morte,
mas quando me separar é a vida que me vai matar!