amar a inconstância

rocambole de bolero
exausto enxuto
asfixiado como tripas
como quem ama
cada tal protuberância
agir em consonância
com a devida
elegância gritas
extravasar em poros
partículas de circunstância
de um reboliço metediço
cartomante de feitiço
viandante da ganância
recobre eu cubro
limites limados
ora avança, ora recua
cura crua errância.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)