Uma era que vês…

Relativiza firma lês eus imagina teus
Tu verás como a vi é bela
Firma teus eus e imagina te vi dança lês pais
Não sei deslindar em frases
o silêncio que me enfraquece

Vale um voo rotundo
naquele limiar sonâmbulo
de inquietação liquidada

Ou um duche com natacha kampouche
Repuxe a doença firma a crença
Num despacho imaculado de repasto
Gorduroso no andar no piso debaixo
bramindo sem lente o escabroso til.

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)