Já Bocage não sou,

Meu Pessoa foi parar
A um rio descampado
Noturna fogosa
Propícia ao enleio dos beijos
Destravados no rolantim
De um sonho acordado
Escuridão agreste
Já guardiões de templos

Não seriam

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)