Como se estivesses subjugado ao teu próprio karma, tivesses que carregar com a cruz até ao fim, sem ressacar, fosses uma tumba exaltada, de uma vindoura sepultura, entre lá e cá, um marasmo existencial, que sucumbe na infinita e dolorosa sílaba de um AI!

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s

Comments (

0

)