Truculência impiedosa da norma, irresoluta. A perversidade dos egos dispersos, que distendem os alvéolos crepusculares das ossadas mórbidas desliza suavemente sobre os picos das urtigas.
Floral faina amansada entre o sucumbir do dilúvio e a queda da cadeira queimada. Muro que encobre a lista dos amortalhados, desesperante súplica. Inferiores cabos blindados, verbalizados nos corredores da morgue. Artificial paraíso que estoira numa bola de sabão holográfica. Instantânea coloração de um pedaço de céu afogado na inércia do inferno. Usurpação dos trâmites legais da ordem do direito canónico. Tipicamente os Sintagmas Nominais portam-se como tais.