Tudo ou Nada

Sentado na esplanada
Debruçado sobre o jornal
lentamente folheando página a página…
Vou sonhando…
vejo letras e tento formar palavras…
e depois frases…
Suavemente leio e releio um relato de um tiroteio…
e pergunto-me a mim mesmo…
Se não seria mais atractivo uma notícia sobre o verão, as férias,ou o campo verde e belo…
Não consigo encontrar nenhum ponto em que um relato de um tiroteio seja agradável…
“Que mundo este…não se aflijam…eu não estou contra o mundo e ele também não está contra mim… Mas juntos podemos fazer a diferença…lembrem-se disto…”