[IN]Suportável

Sorrateira, a paciência esgota-se

De noite, sou vivo

mas de dia, torno-me vadio,

sombrio, sozinho, simplesmente: infeliz;

Se pudesse mudar o tempo…

talves o atrasasse!

Queria voltar a nascer,

mudar coisas que fiz mal,

e desdizer o que disse errado!

Sem tempo, para pensar,

digo palvras, que os outros…poderei magoar,

e torno-me mau por dentro, a minha consciência dói!

o meu olhar cansa-me,

a minha mente arde,

e a minha mágoa flui até aos confins de uma lágrima

que vagarosamente escorre pelos meus olhos.